Menos que formigas

27 10 2009

O estado português vai dar mais 1000 milhões de euros ao BPN. O crime compensa mesmo. Depois de uma gestão criminosa cheia de laços à classe política essa mesma classe política quer salvar os amigos (e sabe-se lá quantos segredos bem escondidos nos arquivos…). Isto confirma o que todos sabemos sobre os negócios de grande dimensão em Portugal, só funcionam quando estão em conluio com políticos – uma velha tradição que herdámos do Salazarismo foi o hábito das maiores empresas privadas estarem recheadas como colmeias de antigos políticos.

wealthy reception

As pessoas que contam neste sistema

Isto só por si já seria escandaloso mas combinado com uma atitude contabilística que vai forçar 40000 idosos a passar fome passa a ser criminoso. Como é possível que se pague milhares de milhões aos amigos e não haja um cêntimo para impedir milhares de pessoas vulneráveis de viverem de forma indigna e dolorosa? A resposta está na atitude das elites portuguesas: alguns jornalistas chave, a liderança partidária e o topo da classe empresarial formam um conjunto que se considera à parte do resto das pessoas. Acho que na mente destas pessoas nem pertencemos todos à mesma espécie. O sofrimento das pessoas não é registado moralmente porque afinal de contas não somos plenamente humanos nas mentes destas pessoas.





Saramago e os teocratas

22 10 2009

Esse comunista inveterado resolveu exprimir a sua opinião, negativa obviamente, sobre a bíblia e a religião revelada em particular. Chovem acusações de ignorância sobre o homem mas penso que são infundadas, ninguém que tenha vivido durante a ditadura salazarista pode ignorar o verdadeiro funcionamento da Igreja Católica e os seus, inúmeros, subterfúgios retóricos.

O braço secular

O braço secular

Se os católicos ditos moderados não querem ser incluídos no mesmo saco que os fanáticos do Vaticano têm bom remédio, desliguem-se da organização autoritária e sedenta de poder e continuem a viver a sua religião de forma independente – para pessoas honestas não há outra forma de a viver, o resto são carneiros sem independência de mente e espírito.

A vítima do fanatismo católico

A vítima do fanatismo católico

Dadas as reacções que este livro suscitou junto dos conservadores acho que o vou comprar para ler, quanto mais não seja para aumentar a tiragem do livro para esfregar o seu sucesso na cara arrogante da Igreja. Podem ambicionar voltar a ter poder mas nem mortos vão ter o caminho tão desimpedido como tiveram em no passado, quer cá quer  noutros países vulneráveis.

o braço secular nº2

o braço secular nº2

Para informação de todos, o cínico que escreve este blog não é adverso à religião, só a manipuladores ambiciosos.





Liberdade para concordar

20 10 2009

Todos vivemos no reino do faz de conta, em Portugal é um país estável e civilizado em vez de semi-europeu e corrupto como realmente é, mas de tempos a tempos temos hipótese de nos olharmos ao espelho. O que vemos é que a liberdade duvidosa que tínhamos até este ponto está a diminuir a olhos vistos. Já não bastava o facto de 90% das notícias mainstream serem apenas ordens de grupos económicos, que detêm jornais e tvs e que nomeiam os jornalistas mais obedientes para lugares de destaque, agora até a possibilidade teórica de dissensão desaparece.

Começa a aparecer o credo oficial da oligarquia:

Os partidos são bons.

O mercado “livre” é bom.

 As oligarquias são boas.

A corrupção é normal.

O tráfico de influências é normal.

Propaganda Orwelliana vs Realidade

Propaganda Orwelliana vs Realidade

Gerações inteiras a crescerem e viverem nesta realidade distópica não têm capacidade para distinguir o desejável da normalidade orwelliana do seu país.